terça-feira, 5 de maio de 2009

Da série "coisas que só acontecem comigo"...

O verão é a melhor estação do ano... mesmo não estando de férias sempre nos dá aquela sensação de "férias, praia, mar, sol, calor, curtição". No verão você sai do trabalho um pouco mais cedo para curtir a praia, você aproveita o fim de semana intenso e colhe os frutos: um belo bronzeado!
Eis que uma conhecida minha... nesse clima de veraneio se dividia entre duas praias - Tabatinga e Jacumã. Como uma boa mulher prevenida, a mala Victorias Secret estava sempre pronta dentro do carro! O protetor solar (indispensável), o biquini, as cangas, vestidos leves... e, obviamente roupas íntimas. E assim, transcorreu um maravilhoso mês de janeiro, idas e vindas à praia, festejos, requebros.
Voltar a vida real... é o mal do término do verão. Você sempre promete "todo fim de semana vou a praia", mas nunca cumpre. Você sempre tenta manter o bronzeado, em vão! Nada de sair mais cedo, ritmo de trabalho acelerando novamente... De volta a rotina.
Eis que...numa tarde ensolarada de quarta-feira, nossa amável conhecida sai do trabalho. Seu irmão vai busca-la para deixar na faculdade. Tudo tranquilo. Até que, ele dispara:
- Tem uma calcinha no banco de trás.
Nossa querida conhecida, faz cara de espanto! E diz:
- Voooooooooooooooootz, de quem?!
- Só num é minha. - dispara o irmão.
Silêncio, seguido de gargalhadas.
- Eita, é minha!
O irmão faz uma cara de "como é que isto foi parar aí?"... antes que ele começasse a pensar besteiras... nossa constrangida conhecida revela:
- Aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaah... como eu procurei esta calcinha! Acho que perdi no veraneio, na correria indo e vindo das praias. Mas, ainda bem que acheeeei, porque adorooo essa peça!
Dada a devida explicação, o irmão revela:
- Não precisa se preocupar, não fui eu quem achei. Quem achou foi o frentista, quando foi lavar o carro!
Moral da história: Existe coisas que só acontecem com ela!

4 comentários:

Anônimo disse...

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
Me acabando de rir!! Poia é P-o-i-a ao pé da letra!

Evelyne Furtado disse...

Adorei essa sua conhecida e me identifiquei com ela, Dededa. Tá ótimo. Depois conto uma historinha semelhante que aconteceu com uma amiga minha nesse mesmo verão.
Beijos

MARTHA THORMAN VON MADERS disse...

genial!
Faz tempo não vinha por aqui e encontro este blog impecável. Bom isso!
beijos

Rosemildo Sales Furtado disse...

É amiga pra lá, amiga pra cá, e assim, a roupa suja é lavada, ou seja, a calcinha é lembrada.

Perdoe-me pelas baboseiras. É que estive passeando, avistei teu espaço, invadi, gostei e não resisti.

Beijos,

Furtado.